21/12/2011

ARTIGO DA SEMANA: 2012 VEM AI.....

Estamos perto do fim desse ano que foi bom para o nosso país, para a China, a Índia  e não tão bom para outros. 
A Europa está sofrendo com sua moeda única, o Euro, e alguns países estão muito aquém do que deveriam e vão precisar de ajuda.
Essas ajudas que foram muito comuns pelo lado de cá, tais como empréstimos do FMI e temo que  serão  amargos pro lado de lá e temos muita experiência com os mesmos nos tempos difíceis que passamos.
Outra novidade é a crise norte-americana que está difícil combater, cujo desemprego está grande e cuja crise reflete no mundo inteiro, pois eles representam 25% do PIB mundial.
No Brasil nesse momento estamos vendo algumas novidades, tais como o aumento dos vereadores fora do comum e os ministros da Dilma que estão sendo defenestrados.
 A equipe econômica já está escolhida e vamos ter mais do mesmo. Mas seria muito importante que todos entendessem que o motor de crescimento da economia é a parte privada da mesma e não a parte pública, que tanto chama atenção de todos.
O Brasil tem mais de cinco milhões de empresas constituídas formalmente e as informais SDS (Só Deus Sabe) e muito do marketing foi feito nessa eleição, mas pouco se falou da inciativa privada e as reformas necessárias.
Se quisermos evoluir e tenho certeza que muitos brasileiros o desejam, devemos fazer as famosas reformas.
 A reforma tributária é essencial para o processo de formalização de mais organizações e para o nascimento de novos empreendedores com suas empresas que gerariam mais empregos.
Precisamos diminuir o número de impostos, contribuições e taxas que recaem de forma draconiana sobre todos e principalmente sob os mais fracos.
A reforma política, pois essa troca a troca e essa corrupção que acontece é uma coisa que os brasileiros não desejam para o seu país e para as futuras gerações.
A reforma dos portos, infraestrutura, estradas, energia e que tais que tanto atrapalham o progresso e o desenvolvimento de nosso país e de nossa gente.
A reforma das relações humanas e dos sindicatos, pois a CLT é de 1945 e da época de Getúlio Vargas, precisamos avançar nisso.
E fazer com que as contribuições aos mesmos não seja obrigatória e sim por vontade própria.
 E a reforma das reformas, colocar gente competente, com visão gerencial e que queira ajudar na transformação dessa economia e desse país.
Espero que o que esteja acontecendo no Rio de Janeiro  seja o prenúncio dessas reformas que tanto necessitamos.
 O Brasil é maior do que nós, temos que preservar as conquistas e avançar para que o mesmo possa ser melhor para nossos filhos, netos e quem mais vier...
Pois o melhor remédio para a melhoria de uma empresa, país ou sua área educacional é que tenhamos bons e competentes administradores.
Esses profissionais farão a grande diferença para as mudanças que tanto precisamos e para que isso aconteça precisaremos assumir mais postos na seara política.....

* Robson Paniago é Doutor em Ciências Empresariais pela UMSA – Arg., Coordenador do  Curso de Administração do UNISAL – Campinas e Professor de graduação e MBA da FGV. Sócio – diretor da CONSULTEE – www.portalconsultee.com e da CEC – www.cecapivari.com.br, Palestrante e Consultor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.