02/01/2012

ARTIGO DA SEMANA: Ano Novo, vida bela !

Iniciar um ano é tudo de bom e precisamos refletir sobre a vida, o que fizemos e o que ainda queremos fazer e realizar.
A vida é o resumo de pequenos atos que cometemos ao longo da mesma e que compõem todo o arcabouço do que queremos ser e mais ainda do que desejamos ser.
Mas precisamos lembrar sempre que não necessariamente o que achamos de nós mesmos será refletido no que os outros acham de nós mesmos.
Precisamos tomar cuidado com nossas ações e ponderar que o que criamos em nossa volta será o reflexo do que queremos para nossas vidas.
E amigos leitores desse solitário escriba a vida é para ser vivida de maneira calma, suave e também de maneira doce.
Ame os mais velhos, colha mais amanheceres e saiba dormir com as estrelas e sonhar com nossa melhoria contínua e com nossos atos.
Ganhei ontem uma santa que abençoará meus passos e mais do que isso me guiará nos caminhos da fé.
Dizem os cientistas que os homens de fé se afastam da ciência, mas vislumbro que essa fala seja exatamente o contrário e que quando mais nos aproximamos de Deus mais ainda nos aproximamos da ciência, da natureza, do universo e da vida..
Vida louca como diz o Lobão, esse grande filósofo da música brasileira. Mas mais do que louca é fascinante, adorável e boa demais para aqueles que lutam, perseveram e buscam o imponderável.
Não precisamos nos preocupar com as consequências dos nossos atos, mas sim em fazer uma bela caminhada.
Belas caminhadas e tortuosas caminhadas fazem parte do nosso caminhar. Não existe vida fácil, existe vida bem vivida e trabalhada para que a mesma redunde em cumprir metas.
Acredito que temos dois jeitos de aprender na vida: pela dor e pelo amor. Pela dor é profundo,  mas sofremos muito com tal aprendizado.
Pelo amor é mais prazeroso e de maior longevidade. O amor, segundo o rei Roberto, não conseguimos expressar apenas com palavras.
Temos que observar gestos, trejeitos, afetos, muxoxos, piscadas, cumplicidade e muita simplicidade.
Os grandes pensadores resumem as coisas para serem entendidas. Fuja de pessoas que complicam tudo e ensinam de maneira empolada.
Viver é bom e prazeroso e cheio de batalhas. Fiquem tranquilos não vencemos todas as lutas e o fundamental não é isso é fazer o bom combate.
O guerreiro não envelhece tanto por sempre tem planos a realizar e atitudes a tomar. Ele nunca descansa sobre os louros e está sempre em busca de novos desafios.
O desafio nos fortalece e nos dá alento. Caminhar e aprender é muito bom e devemos estar propensos a desafiar nossos limites, sair da casca e romper paradigmas, por mais que essa palavra seja usada e não praticada.
Temos que ser desafiados e nos desafiar. Temos que saber perdoar, isso é muito importante e também não se levar por demais a sério. Rir é um excelente remédio. Namorar então!!!! Beijar e atitudes carinhosas ganha-se pontos na cadeia da vida.
Vida que não é maldita é bem dita. Vida doce e vida que é do nosso jeito. Temos que ser maestros e condutores do nosso futuro.
E cada passo é fundamental para o crescimento da gente e dos nossos. Somos uma raça pensante e podemos usar o nosso pensamento para criar, amar, compadecer e até destruir.
Mas precisamos destruir as coisas ruins para colocar novas experiências e criar novos desafios. Desafios são saudáveis e saber tirar o melhor dos mesmos é importante na caminhada que fazemos.
Caminhar é um exercício de paciência, sapiência e quietude. Amo viver e  quando me for quero que coloquem no meu jazigo: "Aqui jaz um homem feliz"
Felicidade é vida bem vivida.
 
Robson Paniago é Doutor em Ciências Empresariais pela Universidad del Museo Social Argentino, Coordenador do  Curso de Administração do UNISAL – Campinas e Professor de graduação e MBA da FGV. Sócio - diretor da CONSULTEE –www.portalconsultee.com e da CEC – www.cecapivari.com.br. Palestrante, Articulista do Jornal de Jundiaí e Consultor. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.