27/02/2012

Consumidores gastam R$ 5 bilhões nos cartões de crédito e débito no Amazonas.

Valor contabilizado no ano passado é 21% superior ao verificado em 2010. O resultado foi o maior do Norte, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões e Serviços.

Manaus - O mercado de cartões de crédito, débito e de loja movimentou R$ 5 bilhões em Manaus no acumulado do ano passado. O montante é 21% superior ao total registrado em 2010. A cidade teve o maior desempenho entre as capitais da Região Norte. Os dados são da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs).

Segundo a entidade, a movimentação chegou a R$ 4,291 bilhões em 2010, ultrapassando em 20% o valor obtido no ano antecedente. A movimentação do ano passado superou mês a mês no comparativo com 2010. Devido à sazonalidade, dezembro foi o mês com maior faturamento (R$ 623 milhões).  

O último mês do ano registrou, também, o maior volume de transações. Foram 5.098 bilhões somente em dezembro e 45.321 bilhões durante todo o ano.  O total ultrapassa em 17% o computado em 2010, quando foram registradas 38.825 bilhões de operações. Esse número é 15% maior que o volume de transações efetuadas em 2009.

Ticket médio

O valor do ticket médio também registrou aumento em 2011. Segundo informações da Abecs, o preço mediano das compras no cartão dos consumidores de Manaus saltou 4% no ano passado, em relação a 2010. O ticket médio passou de R$ 111 para R$ 115. Em 2010, o valor do ticket médio também cresceu 4%.

Com o aumento do uso do ‘dinheiro de plástico’, operadoras de cartão enxergam potencial para investir cada vez mais na captação de clientes. Uma das maiores redes do mundo, a Cielo vê o mercado de Manaus com otimismo.

“Queremos expandir ainda maior nossas bases na cidade, onde já tenho mais de 20 mil clientes”, afirmou o diretor de Planejamento Comercial e Mercados em Expansão da empresa, Adriano Navarini.

A Cielo registrou incremento de 22% no mercado na cidade em 2011. No ano passado, o desempenho da operadora teve destaque principalmente nos segmento de farmácia (48,7%), eletroeletrônico (46,9%), aluguel de veículos (46,6%) e saúde (46,3%).

Norte

A movimentação no Norte do País cresceu 23% no ano passado. O faturamento alcançou R$ 19,1 bilhões em 2011, enquanto que no anterior chegou a R$ 15,6 bilhões. O aumento em 2010 ficou em 22%. Manaus teve o melhor desempenho entre as capitais da região, seguido do Pará (R$ 4,2 bi) e Porto Velho (R$ 1,2 bi).

O número de transações cresceu 18% em 2011, passando de 185.795 milhões para 157.650 milhões no Norte. Já o valor do ticket médio obteve alta de 4%. O preço médio de uma compra no cartão na região era de R$ 99 em 2010, enquanto que, no passado, chegou a R$ 103.

Fonte: Diário do Amazonas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.