27/02/2012

Em Manaus, 70% das micro e pequenas empresas são informais.

Levantamento feito a pedido da Prefeitura de Manaus teve como base os dados do Censo 2010.

Manaus - Estudo feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em parceria com técnicos da Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social (Semtrad), com base nos dados do Censo 2010 revela que das 10.687 micro e pequenas empresas sediadas em Manaus, pelo menos 7,2 mil estabelecimentos estão atuando na informalidade.

Segundo o secretário municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social Vital Melo, o cenário é preocupante. “Esse gargalo impede o crescimento da cidade. Além da empresa não poder contar com uma série de benefícios que o governo tem a oferecer porque não existe de direito, o trabalhador dessa empresa não tem qualquer garantia trabalhista assegurada e isso também é muito grave”, destacou.

Vital explicou que o mapeamento feito em cima das micro e pequenas empresas de Manaus considerou os dados de 2006 a 2010 e tem o objetivo de nortear a definição das políticas públicas necessárias ao desenvolvimento econômico da cidade.

De acordo com dados do Núcleo de Apoio ao Empreendedor (NAE) da Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab),

no ano passado, foram formalizados pelo órgão, ao todo, 1.396 empreendimentos, sendo 1.102 em Manaus e 294 no interior do Estado.

Para este ano, o NAE tem como meta formalizar 2 mil empreendimentos, número 43,2% maior que no ano passado, quando, em média, cinco empresas foram formalizadas, por dia.

O levantamento do Dieese mostra ainda que o setor de comércio e serviços reúne 85,3% das micro e pequenas empresas instaladas na capital.

“Identificamos que esse setor de comércio e serviço é o que move mesmo a nossa cidade, a nossa economia, e por isso precisamos direcionar nossos esforços para atrairmos esse imenso grupo para o mercado formal”, observou Vital.

Escolaridade

Outra preocupação levantada pelo estudo foi o nível de escolaridade dos trabalhadores empregados pelas micro e pequenas empresas. O mapeamento identificou que mais de 70% possuem até o Ensino Médio completo. O aumento da participação das mulheres nesse setor ainda é inferior à representatividade da mão de obra masculina.

O levantamento completo do estudo feito pelo Dieese será divulgado amanhã pela Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social (Semtrad), no auditório do Sebrae -Am, localizado na rua Leonardo Malcher, 924, Centro de Manaus.

Fonte: Diário do Amazonas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.