05/04/2012

Pará gerou quase 11 mil empregos em um ano.

Em um ano, o setor do comércio no Pará gerou quase 11 mil empregos, segundo informações do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA).

No mês de fevereiro de 2012, foi resgistrado um crescimento de 0,23%, com 6.466 contratações e 6.047 demissões, o que gerou um saldo de 421 postos. No mesmo período do ano passado, o setor também apresentou crescimento, porém foi maior do que o verificado este ano, com um crescimento de 0,68%.

Em fevereiro, a grande maioria dos estados da região Norte apresentou saldos negativos no comparativo entre contratados e demitidos; o decréscimo foi de 0,13%.

Rondônia perdeu 750 postos de trabalhos; Amazonas registou menos 252 postos; Amapá perdeu 202; Acre, 61; e Roraima, perdeu 41. Na outra ponta, o Pará foi o que apresentou a maior geração de empregos, seguido do Tocantins, com 326.

Nos dois primeiros meses de 2012, o Pará teve saldo positivo na geração de empregos formais, com crescimento de 0,21%. No mesmo período do ano passado o crescimento foi de 0,53%.

Já a maioria dos estados da região Norte apresentou saldos negativos nos dois primeiros meses do ano, com um decréscimo de 0,49%.

O Amazonas teve a maior perda, com 1.347 postos; seguido de Rondônia, com 1.057; Amapá, com 364; Acre, com 153; e Roraima, com 127. Na outra ponta, o Tocantins teve a maior geração, com saldo positivo de 487 postos; seguido do Pará, com 384.

Nos últimos 12 meses, o crescimento de vagas foi de 6,26%. O Pará se destacou com a geração de 10.963 postos de trabalhos; seguido do Amazonas, com 6.383; e de Rondônia, com 2.466.

Já em toda a região Norte, nos últimos 12 meses, o crescimento um foi de 5,98%.

Fonte: DOL, com informações do Dieese/PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.