13/06/2012

ARTIGO DA SEMANA: SIMPLESMENTE PESSOAS...

É papel importante da gestão de pessoas avaliar a situação global de seus trabalhadores, promovendo "check-ups" anuais para monitorar sua condição física e seu nível de estresse, oferecendo-lhes a participação em programas de recuperação e harmonização.
 
Tais organizações já perceberam a relação entre capacidade física e mental com resultados. Nosso corpo é a nossa "casa" e é de onde obtemos a energia necessária para empreender ideias e conquistar propósitos, mesmo que muitas vezes nos esqueçamos disso, pois se "não cuidarmos bem de nosso corpo, onde vamos viver?".
 
Num mundo de transformações e crises permanentes, onde o futuro de todos está atrelado às intempéries e subjetividades de ambíguas e complexas personalidades, precisamos, sem dúvida, de pessoas especiais: capazes de transformar sonhos em visão de futuro, ousadia em escolha de desafios, determinação em caminhos inovadores para busca de soluções, com dignidade e coerência entre atitudes, crenças e valores.
 
Pessoas tão racionais que compreendam que nossa realização está atrelada à vazão das emoções, pois é na harmonia do conjunto que encontramos a razão de nossas vidas.
 
Precisamos de seres realmente humanos, competentes na gestão das organizações e eficazes na liderança de pessoas. Que saibam ouvir o inaudível, prestando atenção aos pequenos detalhes, para perceber sentimentos não expressos, queixas não formuladas, dores não comunicadas, a fim de que possam inspirar confiança, percebendo quando existe algo errado, para que possíveis causas, consequências e necessidades possam ser identificadas.
 
Viver é estar no todo, sendo tudo, sem esgotar-se. É enxergar luz nas sombras e criá-la nas próprias trevas, expandindo nossa existência para além dos limites.
 
 É entregar-se a uma causa que valha a pena, fazendo sempre renascer um novo ser. Arriscar-se, errando e acertando, aprendendo e vivendo. Enfim, para viver, não basta existir, isso é muito pouco para quem nasceu a imagem e semelhança de Deus, pois viver é transcender a verdadeira sabedoria.

Para encerrar, uma antiga benção irlandesa:
"Que o caminho seja brando a teus pés, o vento sopre leve em teus ombros.
 Que o sol brilhe suave sobre tua face, as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja, Deus te guarde na palma de Sua mão."

COLUNISTA: Robson Paniago é Doutor em Ciências Empresariais pela UMSA e Doutorando em Administração pela UNIMEP, Coordenador do  Curso de Administração do UNISAL – Campinas e Professor de graduação e MBA da FGV. Sócio - diretor da CONSULTEE – www.portalconsultee.com e da CEC – www.cecapivari.com.br. Palestrante, Articulista do Jornal de Jundiaí e Consultor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.