28/08/2012

ARTIGO DA SEMANA: MUITO ALÉM DO JARDIM.

Estava observando meu jardim e percebi como as metáforas são importantes para um bom Administrador. 
Percebi que assim como as rosas exalam (agradeço ao Cartola...) os administradores devem ter ternura, paixão, amor e carinho pela profissão e saber entender que existem dias de plantações e existem dias de colheitas.
Administrador que não cultivar paciência, discernimento e saber afastar as ervas daninhas do seu jardim (empresa) terão muita dificuldade no caminho.
O Administrador deve regar as plantas e saber cuidá-las como se deve saber cuidar do talento humano que é a figura exponencial de toda e qualquer empresa. Em algumas plantas devemos colocar adubos (treinamentos) para que cresçam mais, se desenvolvam e deem mais frutos (resultados).
Mas também ao se dar chances, plantar algo que não viceja e não aparece o Administrador deve expurgar o que atrapalha ao crescimento do jardim. Pessoas que são afastadas da organização são como ervas daninhas, que só atrapalham o desenvolvimento e crescimento das rosas, plantas, gramas e tudo que compõem o mosaico de uma organização.
Meu jardim hoje tem lugar para pessoas proativas que saibam o que querem plantar e esperam que tudo que seja plantado seja colhido na hora certa e pelas pessoas certas.
Saber colher boas flores e entender os sinais da natureza são de vital importância para um bom jardineiro. Entender que a hora de plantar exige cuidado e dedicação de todos e também que um belo jardim não pode apenas ter beleza ,mas deve sobreviver as intempéries e maus tempos.
Nas empresas aonde administradores só fazem sucesso em tempo de bonança e que, ao menor sinal de mau tempo, as coisas não andam deve se preocupar.  O Administrador, assim como o jardineiro , irá colher tempestades e, não poderá e nem saberá, rearrumar as coisas após a mesma.
Bons administradores são como bons jardineiros. Leem nas entrelinhas e conseguem acompanhar as mudanças do tempo, do vento e adivinhar o que é melhor para seu jardim e para a perpetuação do mesmo.
Geralmente levam-se anos para construir um belo jardim (empresa), porém para destruir o mesmo o prazo é curto e doloroso. Pois muitas organizações quebram por que quem assumiu o seu comando não passou dificuldades e ao recebê-la de graça, perde  o mesmo e o deixa fechar, a toque de caixa de maneira muito mais rápida do que foi erigido.
Cuide bem dos seus jardins e mais do que isso perceba a importância dos jardins na vida das pessoas.
Cabe ao Administrador cultivar hábitos frugais, adubar bem a terra e semear a paz, harmonia e humildade dos seus comandados.
Dar a cada um aquilo que cada um merece e saber cultivar coisas boas é como ter um jardim florido, viçoso e cheio de harmonia.
E querem saber!!! Precisamos de muitos jardins (empresas) que alimentam nossa alma, nos deem alento para continuar e que façam o sentido de nossa vida dar certo.
Afinal nascemos, vivemos e morremos num jardim e saber cultivá-los não é para qualquer um, precisa ser excelente jardineiro e saber plantar flor, colher ventos e fazer com que o jardim seja o retrato de sua vida com muito amor, cheiro bom e perenidade.
Plantem jardins que sua vida será muito melhor e o Brasil precisa de excelentes jardineiros-administradores...
 
 
COLUNISTA: Robson Paniago é Doutor em Ciências Empresariais pela UMSA-Ar e Doutorando em Administração pela UNIMEP-SP, Coordenador do Curso de Administração e do Curso Superior  de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos do UNISAL – Campinas e Professor de graduação e MBA da FGV Online. Sócio - diretor da CONSULTEE – www.portalconsultee.com e da CEC – www.cecapivari.com.br. Palestrante, Articulista do Jornal de Jundiaí e Consultor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.