13/01/2015

Taxa de juros para pessoa física registra maior alta desde 2012

Índice médio passou para 6,30%, em dezembro

Brasília - A taxa média de juros nas operações de crédito para pessoa física alcançou em dezembro o maior nível desde março de 2012, ao passar de 6,14% ao mês em novembro para 6,30%, de acordo com dados divulgados nessa segunda-feira (12),  pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).

Com o aumento, os juros médios ao consumidor passaram de 104,43% ao ano para 108,16% ao ano. Em março de 2012, a taxa média mensal era de 6,33% e a anual, de 108,87%.

Todas as linhas de crédito para pessoa física apresentaram elevação no mês de dezembro. A maior variação foi registrada no cheque especial, que passou de 8,56% ao mês (167,94% ao ano) em novembro para 8,92% ao mês (178,80% ao ano). A taxa é a maior desde setembro de 2003, quando os juros do cheque especial eram de 9,03% ao mês e 182,20% ao ano.

O cartão de crédito continua sendo a modalidade mais cara e no fim de 2014 registrou a maior taxa desde julho de 1999. Na passagem de novembro para dezembro houve alta de 10,90% ao mês (246,08% ao ano) para 11,22% ao mês (258,26% ao ano). Há 15 anos, a taxa era de 11,74% ao mês e 278,88% ao ano.

Para o coordenador da pesquisa e diretor executivo da Anefac, Miguel José Ribeiro de Oliveira, o aumento das taxas está relacionado à alta dos juros básicos (Selic) promovida pelo Banco Central.

Fonte: Diário do Amazonas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.