24/03/2015

Carnê de microempreendedores gera polêmica

Circula pelas redes sociais a imagem de um carnê de pagamento para quem é Microempreendedor Individual (MEI). O documento levantou suspeitas se de fato seria original ou se se tratava de algum golpe.

Segundo o próprio Sebrae, a Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE) passou a enviar aos mais de 5 milhões de Microempreendedores Individuais (MEIs) que existem no Brasil o "Carnê da Cidadania" de 2015. Portanto, o documento é verdadeiro.

Quem preferir, até mesmo por segurança, poderá continuar baixando os boletos pelo Portal do Empreendedor.

O Carnê da Cidadania inclui os valores de todos os tributos para o MEI trabalhar formalizado. Para a Previdência Social são recolhidos 5% do salário mínimo ao INSS, que para 2015, com o reajuste no valor, será de R$ 39,40, mais R$ 1,00 de ICMS para atividades de indústria, comércio e transportes de cargas interestadual e/ou R$ 5,00 ISS em atividades de prestação de serviços e transportes municipais.

Atenção para os boletos falsos

Com o início da emissão dos boletos, associações e entidades fantasmas podem aproveitar a oportunidade para enviarem boletos falsos, o chamado "golpe do boleto".

Atento a isto. o Sebrae alerta sobre a ação de golpistas e recomenda que antes de efetuar o pagamento de um boleto desconhecido, procure o Sebrae ou um contador. Além disso, está disponível um guia de como identificar carnês falsos. Para acessá-lo, basta clicar aqui.

Fonte: DOL, com informações do Sebrae

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.