30/06/2016

Amazonas: Codam aprova projetos com aporte de R$ 914 milhões e geração de 1,8 mil empregos

Promessa é de que os novos postos de trabalho sejam criados em até três anos.

O Conselho de Administração do Estado do Amazonas (Codam) aprovou nesta manhã 40 projetos, um deles em pauta suplementar, o que ampliou os investimentos para R$ 914 milhões com promessa de gerar até 1,8 mil  postos de trabalho, em até três anos.
 
A pauta da terceira reunião do conselho também aprovou o projeto da Semp Indústria e Comércio, agora sem associação com a Toshiba, para a fabricação de TV em cores e display de LCD a um custo de R$ 245 milhões com  a promessa de gerar 410 empregos, e o da Positivo Informática para a produção de máquinas de transações comerciais de débito e crédito com valor de R$ 189 milhões e 246 postos de trabalho.

Dois projetos de produção de celulose foram aprovados. Um da KIabin, a maior produtora e exportadora de papéis do Brasil,  para a fabricação de caixas, chapas e artefatos de papelão, com investimentos iniciais de R$ 46,7 milhões e o outro da JC Comércio e Indústria de Papel de pouco mais de R$ 500 mil para a produção de caixa de papel ondulado.   

Os novos investimentos no segmento de celulose sinalizam, segundo o secretário de Estado de Planejamento, Thomaz Nogueira, que o parque industrial local pode ser fortalecido para além de setores tradicionais. São significativos também esses projetos, acrescentou o secretário, porque indicam que a indústria de bens finais, para a qual se destina grande parte da produção de papelão, espera ao menos, manter, ou quem sabe ampliar, os estoques de produção neste segundo semestre.

"Atravessamos um período de crise como há muito se via no País. Então, cada um dos projetos dessa pauta acaba ganhando maior relevância porque mostra a determinação dos investidores de continuar apostando na Zona Franca de Manaus e no Amazonas", avaliou Thomaz Nogueira.

O Codam aprova os incentivos fiscais na esfera estadual, referente ao Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). No acumulado do ano, em três reuniões do conselho, contando com a que foi realizada nesta quarta-feira, os investimentos somam R$ 2,9 bilhões em 112 projetos aprovados com expectativa de geração de 4,2 mil  vagas no mercado de trabalho.

Para atrair investimentos, a superintendente da Suframa, Rebecca Garcia, anunciou, na reunião do Codam, que os Processos Produtivos Básicos (PPBs) de óculos de sol e luminárias de led serão aprovados em breve. 

O PPB é o conjunto de  etapas obrigatórias de produção para as empresas terem direito aos benefícios fiscais. 
A superintendente da autarquia confirmou, ainda, a vinda do novo ministro do Desenvolvimento Industria e Comércio Exterior (Mdic), Marcos Pereira, em 15 de julho para a reunião do CAS.  

Reprodução: Diário do Amazonas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.