01/06/2016

Amazonas: Jovem alavanca emissão de carteiras de trabalho

Foram emitidas 26,59% unidades a mais neste quadrimestre em relação a 2015.

Manaus - Aemissão de carteira de trabalho cresceu 26,59% no primeiro quadrimestre de 2016 em relação ao ano passado, conforme dados da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Amazonas (SRTE-AM). Segundo especialistas, a evolução está ligada à procura de emprego por jovens na tentativa de melhorar o orçamento da família devido à crise econômica.

"Em comparação ao mesmo período do ano anterior, tivemos um acréscimo considerável, isso porque os jovens cada vez mais estão à procura do primeiro emprego para compor a renda familiar", disse a chefe do setor de registro profissional da SRTE/AM, Rosarina Maria Rodrigues.

Entre janeiro e abril deste ano, foram emitidas 41,3 mil carteiras de trabalho no Estado. Abril registrou a maior demanda, com a emissão de 11,8 mil carteiras. O número é 57,3% superior as 7,5 mil carteiras de trabalho emitidas no mesmo mês de 2015. Já a evolução entre os primeiros quatro meses de 2016 e de 2015 foi de 26,59%. A emissão saltou de 32,6 mil unidades para os atuais 41,3 mil nesse período.

O atual momento econômico pode estar influenciando o cenário de dedicação exclusiva dos jovens aos estudos, o que ocorre normalmente em famílias de classe média. "O fator crise pode fazer com que os membros da família estejam tomando a decisão de começar a trabalhar logo, quebrando uma tradição das famílias de tentarem fazer com que os jovens só trabalhem depois da faculdade", afirmou o conselheiro do Conselho Regional de Economia do Amazonas (Corecon-AM), Francisco Mourão Júnior.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que os jovens têm sido afetados pelo desemprego. No primeiro trimestre deste ano, o índice da população com idade entre 18 e 24 anos atingida pelo desemprego chegou a 24,1%, uma alta de 6,5 pontos percentuais em comparação a igual período de 2015.

Mês a mês, o número de novas carteiras emtidas tem crescido no Amazonas. O ano de 2016 começou com a emissão de 8,1 mil documentos, avançou para 10,5 mil em fevereiro, somou mais 10,7 mil em março e fechou abril com 11,8 mil, conforme dado da SRTE-AM.

Emissão pode ser feita no Sine, no PAC ou via STRE

Quem vive no Amazonas e  pretende emitir a carteira de trabalho tem duas opções: ir até a um posto de atendimento presenciais, localizados em unidades do do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e do Pronto-Atendimento ao Cidadão (PAC), ou solicitar o documento por meio do SRTE/AM.

Nas solicitações presenciais, não é preciso agendar dia e horário. Já via Superintendência, é necessário solicitar atendimento, pela internet,  no site da SRTE.

Ao socilitar a carteira, o cidadão deve estar munido dos documentos necessários. Para solicitar a primeira via da carteira de trabalho, o cidadão precisa levar o Cadastro de Pesso Física (CPF), comprovante de residência e um documento de identificação, que pode ser a carteira de identidade, certidão de casamento, certidão de nascimento ou certificado de reservista (no caso dos homens). Devem ser apresentados os documentos originais.

Já para dar entrada na segunda via da carteira de trabalho, é preciso levar CPF, um documento de identificação, comprovante de residência, a carteira anterior ou o Boletim de Ocorrência (BO), no caso de perda ou roubo do documento.

Reprodução: Diário do Amazonas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.