05/01/2017

Pará: Belém tem a 3ª alimentação mais cara do Brasil

O custo da cesta básica aumentou nas 27 capitais brasileiras, no acumulado de 2016, segundo pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). As maiores altas ocorreram em Rio Branco (23,63%), Maceió (20,69%) e em Belém (16,70%). Por outro lado, as menores variações foram no Recife (4,23%), Curitiba (4,61%) e São Paulo (4,96%). Na comparação entre novembro e dezembro, o valor da cesta diminuiu em 25 cidades. As quedas mais expressivas foram em Aracaju (-5,11%), Campo Grande (-4,16%) e São Luís (-4,13%). Em Belém, a cesta básica de dezembro ficou em R$ 410, quase metade do salário mínimo (R$ 880). 

FARINHA

 Na capital paraense, a alta no preço da alimentação básica atingiu quase 17%, superando a inflação no período, estimada em 6,47%. Segundo o Dieese/PA, no ano passado a maioria dos produtos que compõem a cesta apresentou alta de preços, com destaque para a farinha de mandioca com reajuste de 63,16% de janeiro a dezembro. O feijão, que durante o primeiro semestre virou artigo de luxo na mesa do paraense, atingiu aumento de 47,76%, seguido da manteiga (alta de 47,67%), banana (33,74%), café (26,61%), leite (24,15%), açúcar (18,03%), pão (13,59%) e arroz, cujo preço aumentou 11,34%. Também no mesmo período, o destaque positivo para o consumidor foi a queda no preço do tomate, com recuo de 14,02%.

 As pesquisas do Dieese mostram, ainda, que, com base no maior custo apurado para a cesta básica nacional e levando em consideração o preceito constitucional, que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para alimentar o trabalhador e mais três pessoas de sua família - suprindo suas necessidades com alimentação, educação, moradia, saúde, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência -, o valor ideal do mínimo seria de R$ 3.856,23. Ou seja, 4,38 vezes maior do que o atual salário mínimo: R$ 880.


Reprodução: Diário do Pará / DIEESE-PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.