19/05/2017

ARTIGO: "Minha empresa é pequena, não preciso de RH." Só que não!

Não importa que tamanho tem sua empresa, ela é feita por pessoas e estas precisam ser ouvidas, recompensadas, treinadas, avaliadas, reconhecidas, orientadas e acompanhadas quanto ao seu papel, suas atividades e metas na organização.

Quem realiza esse papel na sua pequena empresa?
Ao longo de minha carreira, escutei inúmeras vezes de empresários de pequenas e médias empresas dizerem "Ah você trabalha com RH? Eu acho muito importante essa área, mas minha empresa é pequena, ainda não tenho necessidade! Além do mais, isso de RH é só para quem pode pagar!". Se você é pequeno ou médio empresário e também pensa assim, sinto informar que está enganado.
Ora, uma das funções estratégicas do RH é assegurar a competitividade e a sustentabilidade de uma empresa através das pessoas. Negligenciar esta área é postergar as suas possibilidades de desenvolvimento sustentável e, em alguns casos, atrapalhar completamente o crescimento da sua empresa.


Mais do que apenas selecionar, treinar e remunerar os colaboradores, o RH assume o papel de analisar e trazer para sua empresa o profissional mais adequado possível para o seu negócio, apoiar no desenvolvimento das competências daqueles que fazem parte da empresa elevando assim o capital intelectual, analisar e descrever os cargos assegurando que todos saibam o seu papel na empresa e consigam traçar seu plano de desenvolvimento, assegurar que as pessoas estejam capacitadas para a realização de suas funções e alinhadas aos objetivos macro da organização, entre outros.

A partir de quantos colaboradores uma empresa precisa para ter um RH?
Qualquer empresa que precise contratar um colaborador já pode ter o apoio de um RH no processo de recrutamento e seleção inicialmente. Este processo, quando bem conduzido, reduz a probabilidade de uma contratação equivocada e evita dores de cabeça futura.

Se a sua empresa tem a partir de 10 colaboradores, é interessante ter os cargos e as responsabilidades bem definidas, um processo de integração onde todos conheçam seus direitos e deveres além da história da empresa. Treinamentos comportamentais e operacionais já devem ser realizados e mesmo uma breve avaliação do clima organizacional já pode ser feita.

Que processos básicos o RH de uma pequena ou média empresa deve possuir?
Recrutamento e Seleção – O recrutamento assegura uma boa captação de candidatos à vaga. É ele que identifica, através do currículo os candidatos potenciais para aquela oportunidade. Já a seleção é o processo que visa identificar, dentre os candidatos recrutados o que está mais apto ao cargo.

Integração – No processo de integração o novo colaborador tem seu primeiro contato com as normas da empresa. Nele o novo colaborador conhece as competências essenciais da empresa, é informado sobre características importantes da cultura organizacional e toma ciência de seus direitos e obrigações.

Descrição de Cargos – Como diz a famosa frase "Para quem não sabe para onde ir, qualquer caminho serve". A descrição de cargo é o norte a ser seguido pelo colaborador durante sua jornada na empresa. É ela que indica as principais responsabilidades, os conhecimentos e comportamentos necessários e, em alguns casos, até mesmo as metas daquele profissional. Este documento baliza a empresa em diversos momentos de tomada de decisão desde a seleção, até o feedback e mesmo na avaliação de desempenho do colaborador.

Treinamento e desenvolvimento – As ações de treinamento e desenvolvimento de colaboradores são essenciais para manter os profissionais engajados e atualizados. Além de apoiar no desenvolvimento de competências comportamentais essenciais ao negócio.

Gestão do Clima – O clima organizacional influencia diretamente na motivação das pessoas que fazem a organização e, portanto, não dar atenção a ele é o mesmo que negligenciar sua empresa. É importante medi-lo e identificar as oportunidades de melhorias agindo de forma direcionada.
Acontece que, para realizar tais funções é preciso especialização, conhecimento sobre gestão de pessoas. Não basta ter vontade (embora esta seja muito importante), é preciso saber o que está fazendo. Caso contrário corre-se o risco de encher sua empresa de processos e pessoas absolutamente desnecessários e sem resultado, ou pior, que gerem prejuízo. E isso ninguém precisa!
Quer saber como desenvolver os processos básicos de RH em sua empresa com profissionais capacitados e investimento que cabe no seu orçamento?
Entre em contato com a gente! Temos a solução certa pra você!

ARTICULISTA: Wilna LimaConsultora de Recursos HumanosCoach/Analista ComportamentalContatos: contato.growupgp@gmail.com

____________________________________
Nota editorial: Os pensamentos e ideias acima expostos não necessariamente refletem nossa opinião e são de responsabilidade exclusiva do (s) Autor (es) do Artigo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.