16/05/2017

Pará perdeu mais de 9 mil postos de trabalho nos primeiros quatro meses de 2017

Estudo do Dieese-Pa com dados do Ministério do Trabalho foi divulgado nesta terça-feira, 16. Setor da construção civil foi o mais afetado pelas demissões.


O Estado do Pará perdeu mais de 9 mil postos de trabalho entre os meses de janeiro e abril de 2017, de acordo com uma pesquisa divulgada nesta terça-feira (16) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos no Pará (Dieese-Pa), com base em informações oficiais do Ministério do Trabalho.

Segundo o Dieese, o estado registrou 80.859 admissões contra 89.965 desligamentos, gerando saldo negativo de 9.106 postos de trabalho. O estudo ressalta que no mesmo período de 2016 o saldo negativo foi de 12.504 postos de trabalho.


O estudo mostra que a grande maioria dos setores econômicos do Pará apresentou recuo na geração de empregos formais, com destaque para o setor da construção civil, que registrou queda de 5,99%, seguido do setor da indústria de transformação, com queda de 2,13%, o comércio, com queda de 1,62% e o setor extrativo mineral, com queda de 1,27% .

Só no mês de abril, a geração de emprego formal no Estado apresentou queda de 0,18%. Foram registradas 17.647 admissões contra 18.944 desligamentos, gerando um saldo negativo de 1.297 postos. Em abril de 2016, o saldo negativo foi de 2.128 postos.

Últimos 12 meses

No período entre maio de 2016 e abril de 2017, o estado registrou 252.101 admissões contra 290.263 desligamentos, gerando um saldo negativo de 38.162 postos de trabalhos com um decréscimo de 5,01%.

Segundo o Dieese-Pa, todos os setores econômicos do Estado do Pará apresentaram queda nos números de emprego formal no período, com destaque para os setores da construção civil, com recuo de 22,90%, seguido pelo setor da indústria de transformação, com queda de 4,59%, e pelo comércio, que apresentou queda de 4,17% na geração de empregos.
Reprodução: G1 Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.