17/07/2017

Pará: Desemprego na agropecuária continua em alta, aponta Diesse

O emprego formal no setor agropecuário apresentou saldo negativo de 1,06% no Pará, no mês de maio. Os números foram divulgados nesta segunda-feira (17) pelo Dieese/PA (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará).

Foram feitas 1.951 admissões contra 2.508 desligamentos, gerando um saldo negativo de 557 postos de trabalhos. No mesmo período do ano passado, o setor também apresentou queda na geração de empregos formais, só que bem menor que o verificado este ano. Foi registrado, em 2016, saldo negativo de 40 postos de trabalho.

Norte

Segundo o Dieese, a maioria dos Estados da região Norte apresentou resultado negativo na geração de empregos, com destaque para o estado do Pará (557 pessoas desempregadas), seguido do Tocantins, com a perda de 139 postos de trabalho; Rondônia, com a perda de 123 postos de trabalho; e Roraima, com a perda de 11 postos de trabalho. Em maio, o Acre foi na contramão do cenário nortista e conseguiu gerar 65 postos de trabalho.

Toda a região Norte registrou 3.717 admissões e 4.472 desligamentos, o que gerou um saldo negativo de 755 postos de trabalho, com queda de 0,78% no emprego formal. 

Reprodução: Diário do  Pará com informações do Dieese/PA


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.