24/07/2017

Pará: Emprego formal apresentou crescimento no setor da agropecuária

No comparativo do mês passado, entre admitidos e desligados, o emprego no Pará e em várias Estados da Região Norte voltou a apresentar saldo positivo. Este estudo foi elaborado e analisado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/Pa), com base em informações oficiais do Ministério do Trabalho, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED.
Os postos de trabalhos no setor da Agropecuária no Pará, no mês de junho, mostra crescimento de 0,72% na geração de empregos formais. Foram feitas 2.314 admissões contra 1.938 desligamentos, gerando um saldo positivo de 376 postos de trabalhos.

No mesmo período do ano passado, a situação foi inversa, foram feitas no setor 1.995 admissões contra 2.165 desligamentos gerando um saldo negativo de 170 postos de trabalhos.
As análises do Dieese mostram ainda que no mês de Junho deste ano, no setor da Agropecuária, a maioria dos Estados da Região Norte apresentaram saldos positivos de empregos formais no comparativo entre admitidos e desligados, com destaque para o Pará, com a geração de 376 postos de trabalhos, seguido do Acre com a geração de 109 postos e Rondônia, com a geração de 98 postos de trabalhos. Também no mês passado, o destaque negativo ficou com o estado do Tocantins, com a perda de 129 postos de trabalhos.
Ainda de acordo com as análises do Dieese/Pa foram feitas no setor da agropecuária, em toda a Região Norte, 4.122 admissões contra 3.689 desligamentos, gerando um saldo positivo de 433 postos de trabalhos com crescimento de 0,45% no emprego formal.
Reprodução: ORM News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Após comentar divulgue o blog do Clube de Administração para seus amigos.